Conselheiro Lafaiete

(31) 3761-4400

Praça São Sebastião, 35
São Sebastião - Conselheiro Lafaiete-MG

Barbacena

(32) 3339-6000

Av. Governador Bias Fortes, 381
Pontilhão - Barbacena-MG


Notícias

Venda de cimento mantém bons resultados em maio.


As vendas de cimento em maio totalizaram 4,8 milhões de toneladas, o que corresponde a uma alta de 3% em comparação ao mesmo mês de 2019. No acumulado do ano, 21,7 milhões de toneladas foram comercializadas, queda de 0,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são de um levantamento feito pelo Sindicato Nacional da Indústria de Cimento (SNIC). 

O mês de maio seguiu a tendência de abril, mostrando resultados surpreendentes para o setor, devido à não ocorrência de uma queda abrupta nas vendas causada pela pandemia do Covid-19.

Os dados positivos são consequência da continuidade das obras imobiliárias formais, dos reflexos das medidas de auxílio emergencial familiar por parte do governo, além do uso de reservas pessoais (poupança) para pequenas obras e reformas. Tais fatores, somados a uma inflação baixa, têm sustentado a massa salarial, o que, aliado ao fato de as pessoas permanecerem mais em casa, impulsionou a chamada autoconstrução.

Na avaliação por dia útil – indicador que analisa o número de dias trabalhados –, em maio, as vendas aumentaram 13,7% face a abril, com 212 mil toneladas de cimento comercializados. Em comparação a maio do ano passado, houve alta de 9,7%. No acumulado do ano, o desempenho é um pouco mais tímido, 0,9% maior do que o mesmo intervalo do ano passado.

Segundo o presidente da SNIC, Paulo Camillo Penna, o atual cenário em que as vendas estão sendo sustentadas, em maioria, pelo mercado imobiliário residencial, impõe cautela ao setor. 

“Precisamos diversificar a fonte de consumo, principalmente com a retomada das obras de infraestrutura. Só assim conseguiremos destravar a baixa demanda e reduzir o prejuízo dos últimos anos”, disse.

 

Fonte: aecweb.com.br