Conselheiro Lafaiete

(31) 3761-4400

Praça São Sebastião, 35
São Sebastião - Conselheiro Lafaiete-MG

Barbacena

(32) 3339-6000

Av. Governador Bias Fortes, 381
Pontilhão - Barbacena-MG


Notícias

Preço dos imóveis residenciais no Brasil volta a cair em março.


A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e o ZAP Imóveis informaram na última quarta-feira (5) que o Índice FipeZap teve uma retração de 0,04% em março na comparação com o mês anterior. Dessa forma, nos últimos 12 meses, o preço de venda de imóveis residenciais nas 20 cidades brasileiras pesquisadas acumulou alta de 0,77%. As variações se mantêm abaixo da inflação prevista de 0,23% para o terceiro mês do ano e de 4,55% para último ano.

Entre as cidades estudadas pelo Fipezap, 11 registraram queda em março: Rio de Janeiro (-0,35%), Fortaleza (-0,96%), Recife (-0,64%), Porto Alegre (-0,03%), Vitória (-0,19%), São Caetano do Sul (-0,09%), Niterói (-0,60%), Campinas (-0,02%), Santos (-0,24%), Goiânia (-0,19%) e Contagem (-0,55%). Por outro lado, nove municípios tiveram variações positivas: São Paulo (0,18%), Belo Horizonte (0,49%), Distrito Federal (0,10%), Salvador (0,11%), Curitiba (0,21%), Florianópolis (0,02%), Vila Velha (0,27%), Santo André (0,13%) e São Bernardo do Campo (0,08%).

O preço médio do metro quadrado no Brasil ficou em R$ 7.698, sendo que as únicas cidades que ficaram acima desse valor foram Rio de Janeiro (R$ 10.221), São Paulo (R$ 8.656) e Distrito Federal (R$ 8.436). Já os valores mais baixos foram encontrados em Vila Velha (R$ 4.613), Goiânia (R$ 4.103) e Contagem (R$ 3.527).

Analisando por cidade, os valores mais altos entre os bairros da capital carioca estão nos bairros Leblon (R$ 21.541), Ipanema (R$ 20.175) e Lagoa (R$17.903). Os bairros mais em conta são Cavalcanti (R$ 2.269), Coelho Neto (R$ 2.484) e Senador Camará (R$ 2.556).

Em São Paulo, os preços mais caros ficaram nos bairros Vila Nova Conceição (R$ 16.383), Jardim Europa (R$ 14.960) e Jardim Paulistano (R$ 13.858). Já os bairros mais baratos são Cidade Tiradentes (R$ 2.996), Arthur Alvim (R$ 3.884) e Cidade A. E. Carvalho (R$ 3.986).

Na capital mineira os maiores valores estão nos bairros Savassi (R$ 11.787), Santo Agostinho (R$ 11.024) e Funcionários (R$ 10.408). E os bairros mais em conta foram Serra Verde (R$ 2.716), Solar do Barreiro (R$ 2.834) e Vitoria (R$ 2.927).

Da Redação, original Portal PINIweb.

Formas de
Pagamento
Pague com:
Visa 6 vezes
Mastercard 6 vezes
Construcard
Banco do Brasil