Conselheiro Lafaiete

(31) 3761-4400

Praça São Sebastião, 35
São Sebastião - Conselheiro Lafaiete-MG

Barbacena

(32) 3339-6000

Av. Governador Bias Fortes, 381
Pontilhão - Barbacena-MG


Notícias

Governo aposta no crédito imobiliário e lança linha com taxas pré-fixadas.


A Caixa lançou, nesta quinta-feira (20), o crédito imobiliário com taxas prefixadas, em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença de entidades representantes do setor, como a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). As condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados, com quota de financiamento de até 80%. A nova linha, que vai começar com juros de 8% ao ano, estará disponível para os clientes do banco a partir de sexta-feira (21).

Com o lançamento, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, explicou que o banco defende trazer mais segurança e previsibilidade ao cliente. “Hoje é um marco para o financiamento imobiliário, algo que vai permitir que as pessoas, no momento da contratação, saibam exatamente o valor que será pago ao final do período”.

Guimarães reforçou que a Caixa vai demonstrar ao mercado que consegue sustentar esse produto financeiramente. “Vamos permitir que as pessoas tomem empréstimos por 20, 30 anos sabendo no primeiro dia quanto ela vai pagar. O que temos na cabeça é que, não era justo colocar todo risco da operação na conta da população, com altas taxas de juros”. O executivo falou ainda das taxas no prefixado. “Os juros serão um pouco mais altos que outras modalidades para cobrir o risco do banco na operação. Quando você toma um crédito de 30 anos, você está tomando o risco de oito governos”, explicou.

O presidente o Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou em seu discurso que a opção de crédito imobiliário com taxas prefixadas é um avanço por apresentar uma nova opção no mercado. “Financiamentos com taxas prefixadas são um importante passo para a economia. Queremos mais opções, mais competição e menor custo”, destacou Campos Neto.

O cliente poderá escolher entre o sistema de amortização constante (SAC), para contratos de até 360 meses, e Sistema Francês de Amortização (PRICE), para financiamentos de até 240 meses.

Para o presidente da CBIC, José Carlos Martins, a iniciativa representa um grande ganho para o setor da construção civil e do mercado imobiliário. “Conforme destacou o presidente do Banco Central, o mercado imobiliário é quem irá puxar a economia do Brasil. Ele deu um dado impressionante, de que existem R$ 13 trilhões de ativos imobiliários, no entanto apenas R$ 600 bilhões em financiamentos. É como se 95% fosse patrimônio e 5% fosse financiamento. Sabe o que quer dizer isso? Que quem vai alavancar a economia é o crédito imobiliário, do novo e do usado. Isso representa um aquecimento para o nosso mercado”, destacou Martins, após a solenidade.

Fonte: sinduscon-mg.org.br